Instituto Reciclando Sons

Somos uma OSCIP que oferece educação socioinclusiva para pessoas de comunidades em situação de vulnerabilidade e/ou risco social.

placeBrasília, DF
  • 1

    VAGAS CRIADAS
  • 1

    VOLUNTÁRIOS ENGAJADOS

Sobre a ONG

Sob a administração da musicista e pedagoga Rejane Pacheco, a região que abrigava o maior Lixão da América Latina – Cidade Estrutural – teve o primeiro contato com grandes clássicos da música erudita. A formação musical começou com filhos de catadores de materiais recicláveis. Cerca de 22 crianças trocaram o tempo ócio ou o trabalho irregular pelos instrumentos de cordas e percussão. O canto foi introduzido em seguida, atraindo novos interessados.

A característica fundamental da população deu nome à instituição, que mais tarde se tornou o consolidado Instituto Reciclando Sons. Pelo perfil da população, ainda leiga na formação musical, a fundadora do Instituto desenvolveu técnica contextualizada de formação modular, por meio da visualização, reprodução, repetição e, por fim, a profissionalização.

A instituição atende uma demanda social de educação musical, ressocialização, geração de renda e inclusão social de crianças, adolescentes e famílias. A formação inicial é voltada a pessoas a partir de 7 anos de idade. Os estudantes com melhor desempenho são acompanhados até a fase de profissionalização, quando recebem orientação para a prova de admissão na Ordem dos Músicos do Brasil.

Desde 2001, o Instituto já atendeu mais de 4.000 crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, em conformidade com a "Tipificação de Serviços Socioassistenciais” de PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA (a partir Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, e na medida do possível aplicamos o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família), assegurando a construção de um espaço de convivência saudável, contribuindo para formação e participação cidadã, desenvolvendo o protagonismo social dos indivíduos, assim como o fortalecimento e a autonomia dos educandos assistidos.

Em 2013, o Instituto recebeu o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social - primeiro lugar na categoria jovem, e foi certificado como uma tecnologia social, segundo critérios de inovação, interação com a comunidade, poder de transformação social e potencial de replicabilidade. O IRS compõe hoje o Banco de Tecnologia Social (BTS) da Fundação BB, que é uma base de dados com ações inovadoras reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de transformação social.

Em 2014, o Instituto foi qualificado como uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público pelo Ministério da Justiça, título instituído pela Lei Federal 9.790/99 e reconhece que o Instituto Reciclando Sons possui um modelo de governança baseado na transparência. No mesmo ano recebeu uma honrosa Sessão Solene na Câmara Federal dos Deputados em Homenagem aos 13 anos de atuação do Instituto Reciclando Sons.


Endereço

SCSV Leste Instituto Reciclando Sons - IRS - Guará, Brasília - DF, Brasil - scsv quadra 1 conjunto 1 lote 6

Voluntários

1 voluntários